quarta-feira, 5 de dezembro de 2007

Plantas de Interior


Minha paixão pelas plantas vai além do jardim visto pela janela da cozinha, principalmente aqui no Norte, onde o frio impera por muitos meses do ano, impedindo assim os devaneios florísticos. Prá suplantar esse obstáculo, criei, com ajuda do meu marido, um jardim interno.


A nossa casa aqui já tinha um cômodo só prá isso, com muitas janelas, facilitando assim a penetração da luz natural, mas isso não foi o suficiente.

Compramos prateleiras de plástico duro para acomodar os caqueiros e instalamos painéis com luz fluorescentes, própria para plantas por não aquecerem tanto. Essas luzes complementam a natural e ficam acesas, reguladas por um relógio, por 14 horas.


Estava assim criada as condições propícias para o meu jardim interno. Aí foi só colocar os caqueiros(uns 200 pelo menos) e muitos enfeitinhos para dar um charme. Tenho orquídeas, cactus, bromélias, ficus, samambaias, suculentas de vários tipos, marantas, dracenas, clívia, diversos tipos de folhagens, laranjinha, palmeiras, e muito mais.
Todo começo para o fim de outubro, dependendo das condições externas, eu coloco as plantas que estão em vasos e são sensíveis a baixas temperaturas para dentro da casa e todo começo para fim de maio, eu faço o caminho inverso, ou seja, coloco as plantas para o jardim para as merecidas férias ao ar fresco.

Isso tem sido feito por 13 anos (tempo que moro aqui) e a maioria delas tem sobrevivido por todo esse tempo, como esse cáctus de floresta aí da foto, que no Brasil é chamado de Flor de Maio, mas aqui flora em Novembro, conhecido como Thanksgiving cactus. Mais um ano de espetacular floração, me deixando esternecida e agradecida por tamanha beleza.


No outro lado da moeda, essas condições artificiais de luz e temperatura trazem também a proliferação de insetos como as cochonilhas, pulgões e ácaros, que acham na secura do ambiente, um fator propício prá multiplicação. Mas nada como um inseticida caseiro de sabão para ajudar a diminuir esses inimigos mirins.


Mesmo com todo o trabalho de leva e traz plantas, irrigação manual, combate a pragas e doenças, limpeza, etc., não diminue nem um pouco o prazer e alegria que elas trazem para esse longo inverno nórdico.







Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário

ClickComments